Passeio

Vitória canarinha com toque pelotense

Pelotense Taíson marcou o terceiro gol do confronto e o primeiro da carreira pela seleção

13 de Junho de 2017 - 09h07 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Por: Igor Islabão
igor.dias@diariopopular.com.br 

Taison marcou o primeiro gol pela Seleção (Foto: Divulgação - DP)

Taison marcou o primeiro gol pela Seleção (Foto: Divulgação - DP)

Diego Souza fez o gol mais rápido da história da seleção (Foto: Divulgação - DP)

Diego Souza fez o gol mais rápido da história da seleção (Foto: Divulgação - DP)

A Seleção Brasileira venceu a Austrália por 4 a 0 na manhã desta terça-feira (13). Diego Souza duas vezes, Thiago Silva e Taison marcaram os gols na série de dois amistosos na cidade de Melbourne, na Austrália. A equipe teve escalação bem diferente do time derrotado pela Argentina na última sexta-feira.

O jogo
Não deu tempo nem de suar. Mal o árbitro apitou o início da partida e, nos primeiros segundos, Giuliano roubou a bola e achou Diego Souza na frente. Ele disparou um chute cruzado e abriu o placar. Foi o gol mais rápido da Seleção na história - apenas 10 segundos. A melhor marca era de Neymar, que marcou aos 14 segundos contra Honduras na semifinal dos Jogos Olímpicos do Rio em 2016. Após o gol, os australianos adiantaram as linhas de marcação e o jogo se tornou morno, com o time de Tite não chegando nem perto do futebol apresentado desde o início de seu comando.

O segundo tempo foi bem diferente do primeiro. Brasil no ataque e Austrália recuada. Já nos primeiros minutos, Alex Sandro por pouco não ampliou. O técnico Tite não esperou muito para mexer na equipe e colocou o pelotense Taison para dar mais velocidade ao ataque. Aos 16 minutos, veio o segundo gol. E foi desenhado pelo sistema defensivo. Depois de uma cobrança de escanteio, David Luiz testou em direção ao gol. A bola explodiu na trave e sobrou para Rodrigo Caio, que mandou pro meio da área. Thiago Silva, também de cabeça, colocou para o fundo da rede. Brasil 2 a 0.

Os brasileiros criaram ainda várias oportunidades após o gol. Aos 28 minutos, Paulinho descolou um passe açucarado de calcanhar para Taíson que, com categoria, mandou no cantinho e marcou o terceiro gol brasileiro e o primeiro dele pela Seleção. "Agradeço pela oportunidade e a força dos meus colegas e do Tite. Fiquei bastante emocionado por marcar meu primeiro gol com essa camisa. Todo menino sonha em jogar na Seleção Brasileira", disse o atacante, que se emocionou na comemoração.

 

A superioridade brasileira foi brindada nos acréscimos. Diego Souza, após cobrança de escanteio, fez mais um: 4 a 0.

O Brasil volta a campo para os últimos jogos das Eliminatórias já classificado para a Copa da Rússia de 2018. Os comandados de Tite recebem no dia 31 de agosto o Equador, na Arena do Grêmio. Faltando quatro jogos para o final das classificatórias a Seleção tem 9 pontos de diferença para a vice-líder Colômbia.

Ficha técnica

Brasil: Diego Alves, Rafinha, Thiago Silva (Jemerson), Rodrigo Caio e Alex Sandro; David Luiz (Fernandinho), Paulinho (Renato Augusto) e Coutinho (Willian); Giuliano (Rodriguinho), Douglas Costa (Taison) e Diego Souza. Técnico: Tite.

Austrália: Langerak; Sainsbury (Irvine), Milos Degenek e Wright (Dylan McGowan); Milligan, Luongo (Mooy), Leckie (Ajdin Hrustic), Troisi (Rogic), Behich e Kruse; Tim Cahill (Jamie Maclaren). Técnico: Ange Postecoglou


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados