Artigo

Por que todo ano eu planejo e não faço?

14 de Dezembro de 2015 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Mariana Vieira, sócia-diretora da Roma Instituto de Desenvolvimento Humano

É muito comum nesta época falar sobre planos para o ano seguinte. Emagrecer, parar de fumar, mudar de emprego, voltar a estudar, abrir o próprio negócio etc... Mas quando nos damos conta, já se foi mais um ano e nenhum desses planos foi concretizado. Então proponho o seguinte: ao invés de falar de planos futuros, que tal entendermos o presente?

O primeiro passo para isso é compreender que não se chega a lugar algum sem antes saber onde está. Exemplo: quando um cliente liga para o meu Instituto, perguntando como faz para chegar lá, a primeira resposta para saber orientá-lo é: "Onde você está? Em São Paulo ou fora de São Paulo? Na zona norte, leste, sul ou oeste?" Isso porque, a única maneira de chegar, seja um local físico ou alcançar metas, é sabendo o ponto da partida. Se você quer emagrecer, precisa saber o seu peso atual e não ficar fugindo da balança. Parar de fumar? Reflita sobre a quantidade de cigarros que fuma por dia. Se quer ler mais livros, antes de mais nada, responda sinceramente para você mesmo quantos livros leu nos últimos 12 meses.

Agora que entendeu como identificar, o que na hipnose clínica chamamos de "Estado Atual", pense sempre que antes de começar a caminhar é preciso definir seu "Estado Desejado" para então entender o que realmente deseja conquistar. Sem essa definição, seria como chegar em uma agência de viagens dizendo que ainda não definiu seu destino, ou seja, eles até podem tentar ajudar, mas é bem provável que você saia de lá sem nenhuma definição.

Você quer emagrecer? Quantos quilos? Em quanto tempo? De que forma? Pois se você emagrecer 100 gramas, já é emagrecer. Mas pode não ser a quantidade que queria. Se você adoecer gravemente é bem provável que perca peso também, mas isso não será positivo, pois na verdade você quer é emagrecer de forma natural e saudável, não é mesmo?! E isso se aplica para tudo aquilo que você desejar. Então, lembre-se: é preciso especificar o ponto X do seu mapa do tesouro.

Saber o seu Estado Atual e Desejado, já é o suficiente para alcançar um objetivo? Não, ainda não! Nessa fase você deve identificar quais recursos vai precisar para caminhar de um ponto para o outro. Muito parecido quando uma pessoa reforma a casa. Ela não sai quebrando tudo antes de pensar na quantidade de material que vai precisar para cada etapa da reforma. Feito isso, programe-se para contornar as possíveis interferências no decorrer do seu trajeto, como dificuldade financeira, dias de chuva, calor excessivo, visitas em casa, hora extra no serviço, entre outras. Até porque obstáculos não são para lhe paralisar e sim para mostrar o quanto verdadeiramente você deseja aquele objetivo.

Agora, consegue entender por que os planos traçados nos anos anteriores não foram bem-sucedidos? Para fazer diferente em 2016, é simples: Faça o que tem que ser feito! E comemore muito os ótimos resultados!

 


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados